51 3075.9555/3075.9556/99814.0373

As baterias tracionárias com princípio ativo Chumbo-Ácido desprendem gases durante o seu funcionamento e principalmente durante o final do processo de carga.

Estes gases se originam da reação química chamada Eletrólise (conversão do estado líquido da água para o estado  gasoso através de corrente elétrica). As condições de carga fazem com que uma fração da corrente elétrica absorvida pela bateria se transforme nos produtos da Eletrólise da água, que são os gases Hidrogênio e Oxigênio.

O desprendimento desses gases é necessário para misturar o eletrólito no final da carga e deixar a densidade do ácido homogênea.

Gases bateria

A mistura desses gases se torna explosiva quando sua concentração ocupa mais de 4% do ambiente onde esta confinado, ou seja, dentro de um recipiente fechado, exemplo: dentro do elemento da bateria, no espaço vago entre o nível do ácido e a tampa do elemento (antecâmara).

 

No caso de salas de carga o limite de concentração dos gases no ar também é de 4 % em volume, porém, por se tratarem de gases muito leves, por menor que seja a ventilação da sala, a concentração se torna praticamente impossível, pois, ao se desprenderem da bateria logo se diluem em contato com a atmosfera.

Vale ressaltar que, para que a mistura concentrada exploda é necessário um ponto de ignição, tal como, faísca, chama, cigarro aceso, entre outros.

Os gases Hidrogênio e Oxigênio não são tóxicos e não representam um risco à saúde ou ao ambiente.

 

O fluxo de gases que deixa os elementos da bateria pode provocar uma  névoa ácida por cima da dela, especialmente se as rolhas não estiverem fechadas (a bateria deve ser carregada com as tampas das rolhas fechadas). Esta névoa ácida é composta de ácido sulfúrico diluído e é muito facilmente sentida pelo nariz.

A névoa ácida  carrega poucas partículas de ácido e tem pequena suspensão, logo que saem da bateria já caem no sentido do chão e antes de se depositarem se transformam em Sulfatos devido ao contato com a atmosfera, não prejudica a saúde dos operadores da sala de carga e também não é um risco ambiental.